BRF atinge meta de bem-estar de perus criados por produtores integrados da região de Chapecó - Radio Tropical FM 99.1
(49) 3537.0980
Telefone
(49) 99104.0013
WhatsApp
Acompanhe
nas redes sociais

Chapecó BRF atinge meta de bem-estar de perus criados por produtores integrados da região de Chapecó

BRF atinge meta de bem-estar de perus criados  por produtores integrados da região de Chapecó

 

A BRF avançou em mais uma das ações para garantir o bem-estar dos perus criados pelos 426 produtores integrados da região de Chapecó, no Oeste de Santa Catarina, com a implantação do sistema de enriquecimento ambiental para as aves.

O procedimento é simples e reduz o estresse entre os animais. O sistema funciona basicamente com a colocação de garrafas plásticas de dois litros com líquido azul ou verde penduradas ao longo do aviário. O corante utilizado tem características alimentícias, e por isso não é tóxico para as aves. O enriquecimento já faz parte das rotinas dos produtores que atendem a BRF na Turquia e, em Francisco Beltrão, no Paraná, os integrados trabalham na implantação das garrafas.

O programa global bem-estar animal feito na BRF estabelece as práticas e compromissos na criação, transporte e abate dos animais, com políticas, normas, processos e indicadores, respeitando as especificidades de cada localidade onde a Companhia atua, sejam ambientais, culturais, climáticas ou religiosas. A diretora de Sustentabilidade da BRF, Mariana Modesto, afirma que as ações de bem-estar animal estão alinhadas com as melhores práticas globais, com o estabelecimento de padrões para assegurar os processos da empresa.

“A BRF segue parâmetros nacionais e internacionais. O bem-estar animal está inserido no Sistema de Excelência Operacional (SEO) no pilar de Sustentabilidade da Companhia. Também adotamos padrões de certificações renomadas, como GLOBAL G.A.P. (CFM e IFA) e Certified Humane, que são aplicadas à criação e ao abate de animais”, ressalta a executiva.

 

Para que os perus criados em sistemas de produção comercial tenham um adequado bem-estar animal, de acordo com Isabella Santos, especialista corporativa em perus, e Jhonatan Sperandio, extensionista rural, ambos de Chapecó, é importante que o aviário seja estimulante para que a ave possa exibir os seus comportamentos naturais.

“O enriquecimento ambiental melhora o ambiente da ave, aumenta a complexidade e proporciona oportunidade de expressão de comportamentos que são inatos do peru, tais como tomar banho de poeira, ciscar e brincar com as outras aves”, destaca Isabela.

“Os perus são curiosos e podem ficar entediados facilmente, por isso é importante monitorar se as aves estão interagindo com o enriquecimento e se seu nível de interesse diminuiu com o tempo”, complementa Jhonatan.

 

 

Veja as mais acessadas