Brasileiros serão testados em fase 3 com remédio oral contra a Covid-19 - Radio Tropical FM 99.1
(49) 3537.0980
Telefone
(49) 99104.0013
WhatsApp
Acompanhe
nas redes sociais

Brasil Brasileiros serão testados em fase 3 com remédio oral contra a Covid-19

Brasileiros serão testados em fase 3 com remédio oral contra a Covid-19

O remédio oral Molnupiravir, do laboratório Merk, que combate a Covid-19, vai começar a ser testado na fase 3 no Brasil.

Ouça reportaagem: Artur Filho

 

Dados obtidos em estudos internacionais apontam uma eficácia de 50% de redução de hospitalização e morte pela Covid-19 após o uso do remédio. O objetivo do Molnupiravir é que o vírus não se multiplique no corpo, evitando agravamento da doença. O médico infectologista Francisco Job disse que se trata de uma boa notícia o teste com este remédio contra a Covid. Mas ele frisa que o caminho, neste momento, é a vacinação.

“Esse tipo de medicação não vai modificar o controle. O controle da doença será feito pelas vacinas. Nós temos várias dezenas de vacinas que estão sendo lançadas a partir do final deste ano e durante o ano de 2022. As vacinas, todas, deverão ser atualizadas. É uma coisa importante é que as pessoas saibam e se recordem periodicamente, mas que nenhum Coronavírus produz imunidade permanente. Nenhuma vacina produzirá imunidade permanente contra o Coronavírus. Então, nós vamos conviver com o Coronavírus durante muitos anos ainda”, sinaliza. Ele explica que este medicamento Molnupiravir pode auxiliar a pessoa com algumas comorbidades a não ficar com um estágio avançado da Covid. O infectologista disse que este remédio administrado por via oral pode evitar complicações no paciente. “É nisso que a medicação vai entrar. Nós vamos poder tratar aquelas pessoas com comorbidades, com chances de evoluir de maneira desfavorável de maneira a diminuir a possibilidade de internação, possibilidade de internação em UTI, de uma eventual morte. Então, a medicação, este antiviral, contém toda a probabilidade de entrar no arsenal para tratamento para diminuir a possibilidade de internação e mortes”. 

Francisco Job faz um alerta. Quando este remédio for lançado, os cuidados para evitar a transmissão da Covid não devem ser abandonados. Ele lembra que esta doença vai permanecer durante um bom tempo. “Então, é muito importante que pessoas não se iludam com ilusões de tratamento que as protegeriam 100%. Isso não existe. Nem a vacina protege 100%. Ela protege 95%. E nenhuma medicação tão pouco irá proteger as pessoas de maneira mágica. Mas é uma arma poderosa no arsenal”, afirma.

O oral Molnupiravir, indicado para uso no início dos sintomas, mostrou-se eficaz na diminuição de desfechos graves da Covid-19.

Por Luis Ricardo Machado

Rede de Notícias Regional /Brasília

Veja as mais acessadas