Trabalhador brasileiro tem direito a sacar PIS Pasep - Radio Tropical FM 99.1
(49) 3537.0980
Telefone
(49) 99104.0013
WhatsApp
Acompanhe
nas redes sociais

Nacional Trabalhador brasileiro tem direito a sacar PIS Pasep

Trabalhador brasileiro tem direito a sacar PIS Pasep

Boa parte do trabalhador brasileiro tem direito a sacar cotas do PIS/Pasep e do abono salarial, também do PIS/Pasep.

Ouça a matéria

Ao todo, R$ 24.5 bilhões referentes a cotas dos programas de integração social e de formação do Patrimônio do Servidor Público ainda não foram sacados. Este recurso pertence a trabalhadores que estiveram empregados nos setores privado e público entre os anos de 1971 e 1988.As cotas podem ser sacadas até maio de 2025.

Já o abono salarial estará disponível para saque até o dia 30 de junho de 2021. Até 4 de outubro de 1988, o governo pagava cotas do PIS e do PASEP. Depois deste ano, os fundos foram extintos e o valor transferido para o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). Hoje, o trabalhador brasileiro recebe o abono salarial, também chamado de PIS/PASEP. Porém, agora, o PIS, por exemplo, só é pago para quem recebe até dois salários-mínimos por mês. Porém, junto com este recurso, o governo anunciou que mais de R$ 1.600 bilhão devem ser retirados até o fim deste mês. Este valor é de abono salarial que não foi sacado pelos trabalhadores em anos anteriores.

O economista César Bergo ressalta a importância de retirar o recurso. “Na realidade, não se trata de dinheiro sobrando. Este dinheiro foi formado com dinheiro das próprias empresas, durante muitos anos, de 1971 a 1988, e agora vem fazendo frente a essa necessidade de pagar esse abono salarial. As pessoas têm que verificar, através do seu CPF, junto às instituições financeiras, se tem direito ou não, e efetuar o resgate dentro dos prazos. Caso ela não retire no prazo, é importante dizer que em 2025 esses valores retornarão à União e não será mais possível fazer o resgate”, ressalta.

No caso dos cotistas, herdeiros de trabalhadores que já faleceram podem retirar o dinheiro. Para isso, é preciso ir a uma agência da Caixa Econômica Federal (CEF) e consultar. Para Bergo, este valor é importante para a economia do país. “Esse abono é conhecido até como décimo quarto salário. É muito importante na economia, principalmente porque é destinado às camadas da população mais pobres, mais necessitadas.

Se o trabalhador ganha até dois salários mínimos, vai fazer jus a um salário mínimo, que é conhecido como abono salarial. Muitos deles não sabem que existe este valor disponível para eles. Então eles devem buscar junto à Caixa Econômica, no caso do PIS, e junto ao Banco do Brasil, no caso do PASEP, para fazer esse resgate de direito deles”, salienta o economista. O PASEP, pago para servidores públicos, pode ser retirado no Banco do Brasil. Este ano o governo cancelou o pagamento do abono salarial. O recurso ano-base 2020 será pago no início de 2022. O PIS tem o valor máximo de um salário-mínimo (R$ 1.100), pago para quem esteve empregado os 12 meses do ano anterior.

Por Luis Ricardo Machado

Rede de Notícias Regional /Brasília

Dinheiro Imagem de Joe Davies por Pixabay

Veja as mais acessadas