Brasil vai participar de encontro com líderes mundiais sobre o meio ambiente - Radio Tropical FM 99.1
(49) 3537.0980
Telefone
(49) 99104.0013
WhatsApp
Acompanhe
nas redes sociais

Mundo Brasil vai participar de encontro com líderes mundiais sobre o meio ambiente

Brasil vai participar de encontro com líderes mundiais sobre o meio ambiente

O presidente Jair Bolsonaro deverá participar, no dia 22 de abril, de um encontro de líderes mundiais sobre o meio ambiente.

A cúpula do Dia da Terra, ou Cúpula de Líderes sobre o Clima, é promovida pelo presidente dos Estados Unidos, Joe Biden. O líder norte-americano deverá questionar o governo brasileiro sobre a política de meio ambiente aplicada no país. As negociações entre os dois países para a redução do desmatamento da Amazônia seguem acontecendo. A medida foi cobrada pelo presidente Joe Biden por meio de uma carta.

O presidente brasileiro respondeu com outra carta se comprometendo a reduzir o desmatamento até o ano de 2030, mas pediu apoio do líder norte-americano. A ideia é pedir aos Estados Unidos US$ 1 bilhão para o combate ao desmatamento. 

Para a deputada federal Talíria Petrone (PSol-RJ), os acordos entre Brasil e Estados Unidos sobre o meio ambiente devem ser mais claros. “Quanto mais próxima a realização da cúpula do clima é preciso, um possível acordo de cooperação para a Amazônia. Que acordo é esse? A quem vai beneficiar esse acordo?”, indaga a parlamentar, comentando que quer, sim, que os setores internacionais olhem para o Brasil.

Enquanto isso, governadores brasileiros se movimentam para também entregar uma carta ao governo dos Estados Unidos. De acordo com o governador do Piauí, Wellington Dias, o intuito é demonstrar a preocupação dos governadores com o clima no país. “Uma carta que direcionamos ao presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, e ali vamos estar participando com uma posição que é coerente com a nossa Constituição, com tratados aprovados no Congresso Nacional, com decisões no Supremo e, ao mesmo tempo, compromisso com as futuras gerações e as atuais gerações. Aqui, queremos o cumprimento do Código Florestal, trabalhar para evitar desmatamento, principalmente ilegal, trabalhar o apoio social aos povos da floresta, os indígenas, garantir as condições de evitar a emissão de CO2, o efeito estufa, como um compromisso dos governadores com o clima”. 

Nos primeiros anos de governo do presidente Jair Bolsonaro foram registrados os maiores índices de incêndios florestais dos últimos 10 anos. Após o envio da carta do presidente brasileiro ao líder norte-americano, o enviado especial do clima do governo dos Estados Unidos, John Kerry, disse que a manifestação do governo brasileiro é importante e destacou que espera ações imediatas do país no combate ao desmatamento ilegal.

Por Luis Ricardo Machado

Rede de Notícias Regional /Brasília

Imagem de Gerd Altmann por Pixabay 

Veja as mais acessadas