Presidente edita decreto e medida provisória que zera impostos federais sobre diesel e gás de cozinha - Radio Tropical FM 99.1
(49) 3537.0980
Telefone
(49) 99104.0013
WhatsApp
Acompanhe
nas redes sociais

Brasília Presidente edita decreto e medida provisória que zera impostos federais sobre diesel e gás de cozinha

Presidente edita decreto e medida provisória que zera impostos federais sobre diesel e gás de cozinha

Medidas para conter avanço dos preços vai diminuir arrecadação tributária em mais de R$ 3,6 bi este ano

O presidente Jair Bolsonaro zerou os impostos federais que incidem sobre a comercialização e a importação do óleo diesel e do gás de cozinha. A medida foi publicada no Diário Oficial da União na noite de segunda-feira (1º). 
 
Por meio de um decreto e uma medida provisória, o presidente zerou as alíquotas de contribuição do Programa de Integração Social (PIS) e da Contribuição para Financiamento da Seguridade Social (Cofins) que incidem sobre os dois produtos. A diminuição dos impostos federais sobre o diesel vai valer durante os meses de março e abril. Já a do gás de cozinha será permanente. 

Óleo diesel, gasolina e gás de cozinha vendidos às distribuidoras ficam mais caros

Sebrae lança nova campanha para incentivar retomada segura da economia
 
A redução do PIS e da Cofins no diesel e no GLP vão acarretar em perda de arrecadação tributária de R$ 3,67 bilhões em 2021. Para 2022 e 2023, a queda na tributação com o gás de cozinha será superior a R$ 900 milhões. Para compensar as perdas, o presidente aumentou a contribuição de instituições financeiras e encerrou o Regime Especial da Indústria Química (Reiq). 



Veja as mais acessadas