SC entra na fila para fazer testes de vacina contra coronavírus - Radio Tropical FM 99.1
(49) 3537.0980
Telefone
(49) 99104.0013
WhatsApp
Acompanhe
nas redes sociais

Santa Catarina SC entra na fila para fazer testes de vacina contra coronavírus

SC entra na fila para fazer testes de vacina contra coronavírus

Santa Catarina passa a integrar a fila de estados brasileiros que participam dos testes de vacinas contra o coronavírus. O estado entrou para o radar nesta quarta-feira (23), após autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para a ampliação de voluntários no estudo em desenvolvimento da vacina Janssen-Cilag, do grupo Johnson e Johnson, que anunciou o início da última etapa de estudos no mesmo dia.

> Painel do Coronavírus: saiba como foi o avanço da pandemia em SC

Ainda em agosto, conforme divulgado pelo colunista Ânderson Silva, o secretário de Estado de Saúde de SC, André Motta Ribeiro, deixou claro sobre o interesse das vacinas produzidas pela Fiocruz com a empresa AstraZeneca, com promessa de chegarem até o final de 2020. 

Já no início do mês de setembro, o secretário confirmou à colunista Dagmara Spautz sobre as tratativas do Estado para garantir doses. Na época, no entanto, não detalhou qual vacina estaria na mira do governo. A pasta também foi procurada pela reportagem nesta quarta-feira, mas ainda não se posicionou sobre o assunto.

> Novo pico do coronavírus deve acontecer em novembro em Blumenau, prevê especialista

Atualmente, a vacina é testada em sete estados brasileiros. Agora, serão 11. Além de Santa Catarina, foram incluídos na lista os estados de Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e o Distrito Federal.

Vacinas em andamento do Brasil

O Brasil tem hoje quatro estudos clínicos em andamento de potenciais imunizantes contra a Covid. O primeiro a obter aval para testes foi a vacina em desenvolvimento pela Universidade de Oxford com a farmacêutica AstraZeneca, o que ocorreu ainda em junho.

> Santa Catarina estuda forma de comprar vacina contra o coronavírus

Em seguida, tiveram autorização para estudos a empresa chinesa Sinovac, que conduz pesquisas em parceria com o Instituto Butantan e também foi autorizada a ampliar os testes nesta quarta-feira, com mais 4 mil voluntários, a empresa norte-americana Pfizer e a Janssen, braço farmacêutico da Johnson & Johnson - que incluirá SC nos estudos.

Até o início da semana, a agência não tinha recebido pedido de aval para estudos da vacina Sputnik, da Rússia.

 

Fonte: NSC

Veja as mais acessadas