Ator Gésio Amadeu morre aos 73 anos após complicações da covid-19 - Radio Tropical FM 99.1
(49) 3537.0980
Telefone
(49) 99104.0013
WhatsApp
Acompanhe
nas redes sociais

Brasil Ator Gésio Amadeu morre aos 73 anos após complicações da covid-19

Ator Gésio Amadeu morre aos 73 anos após complicações da covid-19

Morreu na tarde desta quarta-feira (5), aos 73 anos, em São Paulo, o ator Gésio Amadeu. Ele estava internado desde o dia 8 de junho no Hospital Sancta Maggiore, no bairro de Santa Cecília, na capital paulista. Na ocasião, ele foi tratar problemas de hipertensão e acabou contraindo a covid-19.

A notícia do falecimento foi confirmada pelo filho do ator, Mario Amadeu, em post nas redes sociais.

"Meu pai acabou de falecer. Falência múltipla dos órgãos. Por ora somente essa informação. Assim que possível postaremos mais", escreveu.

No dia 13 de julho, o elenco de Chiquititas, novela juvenil do SBT, na qual o ator atuou, prestou uma homenagem ao artista. O ator era o intérprete de Tio Chico no folhetim. Nas imagens, as atrizes Aretha Oliveira, Renata Del Bianco, Ana Olívia Seripieri, Gisele Frade, Giselle Medeiros, Vivian Nagura e Beatriz Botelho cantam a música Chef Chico, interpretada por Gésio na trilha sonora da novela, com direito a coreografia nas respectivas cozinhas. A homenagem comoveu fãs e o vídeo viralizou nas redes sociais.

Lutando para sobreviver

Em recente conversa com o portal, a mulher do ator disse que Gésio estava 'brigando' para sobreviver. "Ele luta para recuparar a saúde. Tem dias que está melhor, dias menos bons, está lutando". A atriz afimou ainda que um dos quatro filhos que têm com ator também se contaminou, mas já se recuperou e passa bem.

Trajetória

Nascido em Conceição do Formoso, município de Santos Dumont, na microrregião de Juiz de Fora, Minas Gerais, Gésio começou a carreira ainda criança, aos 6 anos, cantando em coral de igreja. Aos 8, foi morar com uma família de libaneses. Completou o ensino fundamental, cumpriu serviço militar e, ao mudar-se para São Paulo, conheceu Bráulio Pedroso, autor da novela Beto Rockfeller, exibida pela extinta Tupi, que deu ao ator a primeira oportunidade na carreira. O ano era 1969.

Dos 20 aos 30 anos, além da Tupi, Gésio também trabalhou na Bandeirantes e na TV Cultura. Nessas três emissoras ele integrou novelas de sucesso como por exemplo Éramos SeisO Direito de Nascer, e Os Imigrantes. Em 1982 entrou para a Rede Globo, na novela Sol de Verão, de Manoel Carlos. Na emissora carioca participou de dezenas de produções, destaque para a duas versões de Sinhá Moça (1986 e 2006), Terra Nostra (1999), Sítio do Pica-Pau Amarelo (2007) e sua última, Velho Chico (2016).

No cinema, fez ao menos 14 filmes. No teatro, outras 34 produções, incluindo Eles Não Usam Black-Tie, peça de Gianfrancesco Guarniei, A Moreninha, MacbethGaiola das LoucasMemórias Póstumas de Bras Cubas, entre outras.

 

Fonte: Portla R7

Veja as mais acessadas