Penitenciária de Chapecó vai produzir 600 mil máscaras descartáveis por mês - Radio Tropical FM 99.1
(49) 3537.0980
Telefone
(49) 99104.0013
WhatsApp
Acompanhe
nas redes sociais

Chapecó Penitenciária de Chapecó vai produzir 600 mil máscaras descartáveis por mês

Penitenciária de Chapecó vai produzir 600 mil máscaras descartáveis por mês

O Complexo Penitenciário de Chapecó está produzindo máscaras descartáveis em tecnologia SMMMS, especificação que garante filtragem bacteriana superior a 95% para ser usada em ambiente administrativo. Depois de um período de testes com materiais, ajustes de equipamentos e aprovação junto aos órgãos certificadores de qualidade, a fabricação de máscaras descartáveis entrou em escala industrial.

 A produção média diária é de 25 mil unidades, devendo alcançar 600 mil máscaras por mês. Cada pacote com 50 unidades será comercializado por R$ 40, ou seja, R$ 0,80 por máscara. A atividade é desenvolvida por 120 apenados da Penitenciária Agrícola de Chapecó.

 “O sistema prisional catarinense está auxiliando nesta demanda, que é uma das mais urgentes do país. A produção vai atender não apenas às necessidades dos nossos servidores, mas de todas as frentes de combate ao coronavírus do governo do estado”, salientou o secretário de Administração Prisional e Socioeducativa, Leandro Lima.

O gerente da Regional do Oeste do DEAP, agente penitenciário Alecsandro Zani, destacou que foram realizados diversos testes até se chegar à configuração de um produto que oferecesse segurança. "As máscaras são fruto de muito estudo e avaliação de órgãos de fiscalização. Essa ação é uma forma encontrada pelo Complexo para auxiliar no combate ao Covid-19 e trabalhar a reabilitação social dos apenados", observa o diretor.

  



 


 

Veja as mais acessadas