Trezetiliense que mora na Áustria fala sobre situação do novo coronavírus no país - Radio Tropical FM 99.1
(49) 3537.0980
Telefone
(49) 99104.0013
WhatsApp
Acompanhe
nas redes sociais

Áustria Trezetiliense que mora na Áustria fala sobre situação do novo coronavírus no país

Trezetiliense que mora na Áustria fala sobre situação do novo coronavírus no país

A trezetiliense Fernanda Fiedler conversou com a reportagem da Rádio Tropical, e falou sobre as medidas adotadas e o que está sendo feito na cidade de Mellau, no estado de Vorarlberg.

Conforme ela, diante da situação de alta transmissibilidade do vírus COVID-19, o governo austríaco adotou uma série de medidas para prevenir um colapso no sistema de saúde e o aumento no número de pacientes graves.

Fernanda detalha que foi determinado o fechamento de universidades, escolas, hotéis, pousadas, restaurantes, estações de esqui e comércio em geral. Também estão suspensas reuniões de público, como shows, missas, ensaios, de grupos culturais e tudo que possa reunir mais de 5 pessoas.

Continuam em funcionamento até o momento fábricas, serviços essenciais, transporte público, mercado, farmácia, serviços do governo e correios.

Com relação ao transporte público, para que ele continue em funcionamento, os motoristas foram isolados. A porta frontal do ônibus não pode ser acessada, apenas a lateral.

 

O governo austríaco também pediu para que se evite ao máximo sair de casa. Os únicos motivos, são trabalho que não possa ser adiado ou feito remotamente, ir ao mercado ou farmácia, ou ainda ajudar alguém. Também pode sair de casa para espairecer, mas sozinho ou somente com quem mora na mesma casa. O contato com pessoas idosas deve ser estado.

De acordo com Fernanda Fiedler, o sentimento geral é de que as pessoas estão colaborando, as ruas estão vazias e serviços básicos funcionam normalmente. Mercados estão com todas tem as prateleiras cheias, por exemplo.

“Nessa situação todos perdem um pouco, mas o importante é não perder o senso de comunidade”, destacou a trezetiliense, explicando que os mercados se comprometeram em não aumentar o preço dos produtos. Restaurantes e Hotéis na Áustria, que foram surpreendidos com a decisão do governo de suspender o funcionamento, distribuíram frutas e verduras para a comunidade.

Uma perfumaria na França, parou de fabricar perfume e começou a produzir desinfetante para as mãos que vão ser distribuídas gratuitamente para serviços de saúde.

“O espírito de comunidade tem que prevalecer, precisamos colaborar para proteger quem mais precisa”, finaliza Fernanda.

Galeria de Imagens

Veja as mais acessadas