Com apenas nove anos, menino de Ponte Serrada joga na base da Chape e é grande promessa no esporte - Radio Tropical FM 99.1
(49) 3537.0980
Telefone
(49) 3537.0980
WhatsApp
Acompanhe
nas redes sociais

Oeste Catarinense Com apenas nove anos, menino de Ponte Serrada joga na base da Chape e é grande promessa no esporte

Com apenas nove anos, menino de Ponte Serrada joga na base da Chape e é grande promessa no esporte

Apaixonado por futebol, o pequeno João Victor Tirelli, de apenas nove anos, já é uma grande promessa no esporte. João reside em Ponte Serrada com a família e, desde muito novo, quando ainda nem caminhava direito, já se interessava por bola e chuteira.

 Segundo a mãe Luciana, o pai Idivani Tirelli sempre que via uma bola na frente, acabava comprando para que o menino pudesse brincar. Com três anos de idade, Joao já fazia companhia para o pai que também é jogador amador. Ele acompanhava Idivani nos jogos amadores do time e sempre que podia dava uma escapadinha para dentro do campo.

 Aos cinco, já treinava no ginásio do distrito da Baia Alta, na cidade onde reside, com professores e outros colegas da mesma idade, apaixonados pelo mesmo esporte. Quando completou sete anos, Joao, inspirado no jogador Messi, comecou a treinar na escolinha polo oficial da Chapecoense. No início de 2019, o professor Ronaldo, da escolinha polo da Chape de Faxinal dos Guedes, levou o menino para fazer um teste em Chapecó.

João é apaixonado por futebol desde muito novo (Foto: Arquivo pessoal)

Como gostaram muito da maneira que o menino jogava, acabaram o aceitando e, ele, hoje, treina na base da Chape, uma vez por semana. Mesmo estando em Chapecó, João, com o incentivo da família, ainda treina duas vezes por semana em Faxinal dos Guedes, na primeira escolinha que ele participou.

 

“Quero sempre dar de mim o melhor de mim e aprender tudo o que os professores orientam”, diz o menino.

 

Prêmios conquistados

 

De todos os jogos em que João participou, conseguiu levar para casa bons prêmios como medalhas e troféus. Esses prêmios o ajudam na motivação diária para mais conquistas futuras e para que ele continue correndo atrás do sonho de se tornar um jogador profissional. O ponteserradense coleciona 28 medalhas ao todo e mais cinco trofeus das competicões que participou nesses ultimos anos.

 
Troféus e medalhas conquistadas pelo menino (Foto: Arquivo pessoal)

O jogo mais importante da carreira

 

Para João, todos os jogos em que participou até hoje foram importantes, mas um em especial, marcou muito o início da carreira dele no esporte. A competição mais importante da carreira dele aconteceu na Copa Verde e Branca, que ele disputou em Constantina (RS) pelo polo da Chape de Faxinal dos Guedes. 

 

“Sonhar e nunca desistir”, é a frase preferida de João quando se fala em sonhos.

 

 










 
 
Fonte: Oeste Mais

Veja as mais acessadas