Justiça determina que município forneça água potável a loteamento, em Rio das Antas - Radio Tropical FM 99.1
(49) 3537.0980
Telefone
(49) 99104.0013
WhatsApp
Acompanhe
nas redes sociais

Rio das Antas Justiça determina que município forneça água potável a loteamento, em Rio das Antas

Justiça determina que município forneça água potável a loteamento, em Rio das Antas

Após uma longa batalha em prol dos moradores do loteamento Campolin, em Ipomeia, pertencente ao Município de Rio das Antas, a Justiça determinou que o prefeito Ronaldo Loss e Casan forneçam água para as famílias. Entretanto, o Poder Executivo alega que isso é responsabilidade do loteador, pois segundo o registro de imóveis a área é particular.

De acordo com a decisão do juiz, Gilberto Killian dos Anjos, o Município tem 180 dias para efetivar o fornecimento de água para os moradores do loteamento Campolim e 30 dias para  providenciarem meios para o fornecimento de água apropriada para uso de forma ininterrupta, sob pena de multa diária de R$ 3 mil até o limite de R$ 1 milhão.

A decisão foi emitida após análise da água usada pelos moradores. Eles até então vinham utilizando água de um poço, situado no terreno vizinho. Entretanto, análises da água, apresentaram coliformes fecais, sendo esta imprópria para uso, podendo causar danos à saúde de quem a usa.

 Nesta terça-feira, 4, a vereadora Eliane Ledur, no retorno dos trabalhos na Câmara de Rio das Antas, fez uso da tribuna, onde novamente fez um apelo ao Poder Executivo que tome providencias sobre a situação, pois é um interesse social e sobre tudo a saúde dos moradores que está sendo afetada.

Em resposta a um pedido de resposta sobre o caso, onde foi encaminhado um ofício de resposta, dizendo que para colocação de rede de abastecimento de água depende da formalização entre Poder Público e loteador, uma vez que o terreno continua como propriedade particular, junto ao registro de imóveis.

Veja as mais acessadas