Genética pode determinar se você gosta ou não de vegetais - Radio Tropical FM 99.1
(49) 3537.0980
Telefone
(49) 99104.0013
Celular SMS / WhatsApp
Acompanhe
nas redes sociais

Geral Genética pode determinar se você gosta ou não de vegetais

Genética pode determinar se você gosta ou não de vegetais

De acordo com novo estudo norte-americano publicado na segunda (11), alguns de nós podem estar geneticamente condenados a odiar vegetais. Tudo se deve a um gene, chamado TAS2R38. cuja ação faz com que o portador sinta um gosto amargo ao consumir esse tipo de alimento, como brócolis e couve-de-Bruxelas.

Segundo a pesquisa, apresentar o TAS2R38 resulta em uma chance 2,6 vezes menor de ingerir vegetais regularmente. Além disso, a diferença genética pode tornar os gostos de cerveja, café e chocolate amargo desagradáveis.

Assim, o genoma de uma pessoa pode influir — e muito — na sua alimentação, sobretudo levando em conta que nutricionistas recomendam a ingestão de diversas porções de vegetais todos os dias. Para sentir o gosto amargo, o indivíduo precisa herdar dos pais duas cópias do TAS2R38, que codifica uma proteína nas papilas gustativas da língua que sentem o gosto amargo.

A essas pessoas, os cientistas deram o nome de “super-tasters”, algo como “super-paladares”. O estudo levou em conta os relatos de 175 participantes e concluiu que aqueles com duas cópias do gene comiam apenas pequenas porções de vegetais folhosos.

 Os pesquisadores afirmam que o trabalho é importante para ressaltar a importância de se considerar o gosto dos alimentos quando se recomenda algum tipo de dieta. Além disso, eles esperam que o artigo abra espaço para que se explore alternativas que diminuam a sensação de amargor para essas pessoas, permitindo que elas ingiram a quantidade adequada de vegetais.
 
Fonte: Veja
Foto: Reprodução/Getty Images

Veja as mais acessadas