Motorista de carreta de Joaçaba foge após acidente com morte - Radio Tropical FM 99.1
(49) 3537.0980
Telefone
(49) 3537.0980
WhatsApp
Acompanhe
nas redes sociais

Joaçaba Motorista de carreta de Joaçaba foge após acidente com morte

Motorista de carreta de Joaçaba foge após acidente com morte

O motorista de uma carreta com placas de Joaçaba fugiu após colidir em outra carreta na noite desta terça-feira (29) na BR-364, proximidades do antigo Posto do Gaúcho, a cerca de 50 km de Vilhena, Rondônia. O condutor da carreta atingida, com placas de Cacoal/RO, estava acompanhado da esposa.

Mateus Ferreira da Silva, 47 anos, foi retirado das ferragens apresentando politraumatismo, traumatismo craniano e um corte profundo na cabeça. Ele morreu ao chegar no pronto-socorro do Hospital Regional de Vilhena. A mulher, que reclamava de fortes dores nas costelas e falta de ar, ficou internada e passará por acompanhamento psicológico antes de ser liberada.

De acordo com informações apuradas, as vítimas transitavam sentido a Vilhena, quando foram atingidas pela carreta de Joaçaba, que estaria fazendo ultrapassagens indevidas. Após a colisão, o motorista que causou o acidente fugiu do local, deixando para trás parte do carregamento de caixas d’água que transportava.

A área do acidente foi isolada pela Polícia Rodoviária Federal, que avisou os demais postos sobre a fuga do caminhão que causou a colisão. O veículo foi localizado na manhã desta quarta-feira (30) abandonado em um trevo, nas proximidades do Posto São Roque, próximo a Pimenta Bueno, na BR-364.

Motorista já se apresentou à PRF

A empresa de Joaçaba entrou em contato com o Portal de Notícias Caco da Rosa informando que o condutor se apresentou na Polícia Rodoviária Federal, juntamente com um advogado. Ele relatou para a empresa que freou bruscamente para não colidir em um veículo que seguia a sua frente, quando a carreta fez um “L” na pista e atingiu a outra. Apavorado e não tenho dimensão do acidente, seguiu até um posto.

 

Fonte: Folha do Sul

 

Galeria de Imagens

Veja as mais acessadas