(49) 3537.0980
Telefone
(49) 99104.0013
Celular SMS / WhatsApp
Acompanhe
nas redes sociais
Concorra a prêmios! Seja o primeiro
a saber dos sorteios e promoções.

Treze Tílias A pior droga do mundo é o “Eu”

A pior droga do mundo é o “Eu”

A afirmação é do Pároco Almedo Dietrich, da Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro de Treze Tílias.

Em entrevista na manhã de hoje, o padre destacou que a quarta-feira de cinzas marca o início dos 40 dias de preparação para a Páscoa, a quaresma.

Segundo ele, as cinzas são simbólicas, no sentido de que as pessoas queimem aquilo que não as realiza, transformando em cinzas.

Padre Almedo explica que as cinzas que são colocadas na cabeça das pessoas, é resultado da queima dos ramos utilizados no Domingo de Ramos do ano anterior.

É preciso, segundo ele, que cada um pare para repensar a sua vida durante esse período de quaresma, voltando o olhar para dentro de si, mas não de uma forma egoísta e vazia, valorizando somente a si mesmo.

Ele afirmou que hoje a pior droga do universo é o “Eu”, onde as pessoas com o ego inchado esquecem da humildade na sua relação com os outros, com a natureza e com Deus.

O padre Almedo Dietrich convidou a toda população trezetiliense para participar da celebração de quarta-feira de cinzas, que será realizada às 19 horas na Igreja Matriz da Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro.

À tarde, lembra ele as celebrações acontecem às 14 horas na comunidade de Três Barras e às 15 horas na Linha Barracas.

O Tema da campanha da fraternidade desse ano é: “Fraternidade: biomas brasileiros e defesa da vida” e o lema “Cultivar e guardar a criação”.

Ao comentar a Campanha da Fraternidade, o pároco Almedo Dietrich destacou que o tema deste ano é mais aberto e trata especificamente dos Biomas Brasileiros, que são grandes conjuntos de vida e natureza que influenciam o modo de vida da população.

O Brasil é composto pelos Biomas da Amazônia, Pantanal, Cerrado, Caatinga, Mata Atlântica e os Pampas e que acabam de certa forma interligados.

Isso porque, exemplifica ele, o Centro Oeste compõe o grande portal de águas do Brasil, e o ponto de início do Aquífero Guarani.

Por outro lado, o Cerrado é o único bioma que não se reconstitui, diferente da nossa região, onde predomina a Mata Atlântica.

É por isso, explica o Padre Almedo, que o comportamento das pessoas é diferente aqui no Sul, do que no cerrado ou no nordeste, uma vez que cada um interage com a natureza de uma forma e vê a vida de uma forma diferente.

Padre Almedo Dietrich destaca que além das celebrações na igreja matriz, e nas comunidades, o trabalho de divulgação da campanha da fraternidade será realizado nas escolas, na rádio e diferentes setores da comunidade.

Ele finalizou dizendo que é preciso pensar globalmente e agir localmente, pois com comportamentos simples e pequenas ações é possível fazer a diferença. Segundo o padre, os problemas não são resolvidos com uma campanha, mas é sempre mais um passo.

 

Veja as mais acessadas