(49) 3537.0980
Telefone
(49) 99104.0013
Celular SMS / WhatsApp
Acompanhe
nas redes sociais
Concorra a prêmios! Seja o primeiro
a saber dos sorteios e promoções.

Engenheiros estão reanalisando projeto de ponte entre Luzerna e Ibicaré

Engenheiros estão reanalisando projeto de ponte entre Luzerna e Ibicaré

A revelação é do deputado estadual Valdir Cobalchini (PMDB), que era secretário de infraestrutura na época do início do projeto. O deputado está desenvolvendo desde ontem uma agenda de visitas na região meio oeste, mantendo contato com prefeitos, vistoriando obras e conhecendo os pleitos do município.

Cobalchini esteve nos estúdios da Rádio Tropical FM na manhã desta sexta-feira, dia 10, no Jornal da Manhã, onde comentou sobre a sua visita.

Segundo ele, a partir de agora, com a retomada dos trabalhos na Assembleia Legislativa, a rotina dos finais de semana passa a ser essa, de contato direto com os municípios, renovando os compromissos assumidos ainda em 2016.

Valdir Cobalchini explicou que também está vistoriando as obras iniciadas durante a sua gestão na secretaria de estado da infraestrutura.

Em pouco mais de três anos, segundo ele, foram viabilizados quatro bilhões e meio de reais que foram investidos especialmente em obras no meio oeste catarinense.

Ao ser questionado sobre a ponte da rodovia SC 453, na linha Barra do Estreito, ligando os municípios de Ibicaré e Luzerna, o deputado disse estar ciente da preocupação da população.

Ele lembrou que há aproximadamente 90 dias esteve visitando a empresa Tirol, aqui em Treze Tílias, quando foi alertado em relação ao projeto da ponte.

Cobalchini disse que o objetivo da secretaria de infraestrutura, era melhorar o raio das curvas da rodovia com uma obra moderna, que facilitasse a locomoção, ampliando terceiras faixas e mesmo eliminando algumas curvas.

Ao receber o alerta da Tirol de que a pista talvez não oferecesse as condições necessárias de espaço para a trafegabilidade, o parlamentar retornou para Florianópolis e convocou os técnicos do Deinfra, para que reanalisassem a obra e o projeto.

Cobalchini explica que se realmente houver algum problema, cabe ao setor de engenharia diagnosticá-lo e promover a solução.

O parlamentar adianta que, caso seja confirmado o problema, é possível a readequação com a eliminação de uma das passarelas para pedestres.

O alerta sobre a ponte ganhou força, segundo o deputado, porque o questionamento passou a não ser somente do setor de logística da Tirol, como também da população em geral, que em um tom de senso comum, têm demonstrado preocupação com a obra.

Conforme Valdir Cobalchini os estudos estão sendo feitos pelo Deinfra, mas ainda não há um posicionamento final. Ele destacou, entretanto, que a largura da faixa de rolamento, ou seja, o espaço destinado para o tráfego de veículos, é a mesma da rodovia. Na opinião do deputado, o que acontece é que muitas vezes, por se tratar de uma curva, a impressão visual é de que ela seja mais estreita.

O parlamentar concordou com a preocupação da população e das empresas e garantiu que todos os estudos serão feitos para que a obra não tenha qualquer consequência prejudicial aos usuários.

Galeria de Imagens

Veja as mais acessadas