Maratonista trezetiliense recebe homenagem como uma das dez brasileiras que marcaram o esporte internacional - Radio Tropical FM 99.1
(49) 3537.0980
Telefone
(49) 99104.0013
Celular SMS / WhatsApp
Acompanhe
nas redes sociais
Concorra a prêmios! Seja o primeiro
a saber dos sorteios e promoções.

Rio de Janeiro Maratonista trezetiliense recebe homenagem como uma das dez brasileiras que marcaram o esporte internacional

Maratonista trezetiliense recebe homenagem como uma das dez brasileiras que marcaram o esporte internacional

Maratonista Maria Zenaide Cruz, a Zenaide, recebe homenagem como uma das dez brasileiras que marcaram o esporte internacional

A homenagem foi realizada pelo Instituto Eleonora Mendonça no último dia 24 de janeiro, no hotel Mar Palace, em Copacabana, no Rio de Janeiro.

O evento serviu para uma viagem no tempo. Das dez homenageadas, sete mulheres que fizeram história e foram pioneiras no mundo das corridas de rua do Brasil e maratonas internacionais nos anos 70 e 80, estiverem presentes e reviveram o clima das provas da época.

Entre as homenageadas, estava a maratonista Maria Zenaide Cruz, a Zenaide, conhecida em Treze Tílias, pelas suas caminhadas diárias, faça chuva, sol, colar ou frio. Em boa forma aos 70, Zenaide faz dez quilômetros diários de caminhada.

Na manhã desta quinta-feira, dia 09, Zenaide concedeu entrevista no programa Manhã Tropical da Rádio Tropical, para falar sobre a homenagem.

Zenaide recordou das maratonas em que participou, tanto no Brasil como na Europa e nos Estadas Unidos, com trajetos com mais de 40 quilômetros, feitos em menos de três horas. Emocionada, ela agradeceu a homenagem e o apoio recebidos da comunidade e da rádio Tropical FM e afirmou que o reconhecimento é o resultado de muito esforço e persistência.  

Além de Zenaide, também recebem homenagens do Instituto Eleonora Mendonça as atletas, Dalvirene Alves de Paiva, Hilza Maria de Freitas da Costa, Lenira Regufe, Mônica Tobias e Vanessa Figueiredo.

Na ocasião elas conheceram os planos do instituto que tem como objetivo preservar a história do atletismo, atuar no presente e pensar o futuro do esporte no Brasil, através de ações esportivas, culturais e sociais.

Elas também foram homenageadas pelo instituto por terem participado do movimento que pediu e conseguiu o fim da discriminação sexual em competições de atletismo.

O Instituto Eleonora Mendonça, foi criado pela atleta Eleonora Mendonça. Ela é foi a primeira brasileira maratonista olímpica e ativista dos direitos das mulheres no esporte. 

Galeria de Imagens

Veja as mais acessadas