Vigilância epidemiológica de Treze Tílias orienta sobre combate ao sarampo - Radio Tropical FM 99.1
(49) 3537.0980
Telefone
(49) 99104.0013
Celular SMS / WhatsApp
Acompanhe
nas redes sociais
Concorra a prêmios! Seja o primeiro
a saber dos sorteios e promoções.

Treze Tílias Vigilância epidemiológica de Treze Tílias orienta sobre combate ao sarampo

Vigilância epidemiológica de Treze Tílias orienta sobre combate ao sarampo

 A enfermeira da secretaria de saúde de Treze Tílias Morgana Grade, que é responsável pela vigilância epidemiológica, explica que a orientação partiu da Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (DIVE/SC).

 Conforme ela, em virtude da realização da Copa do Mundo na Rússia, que resulta na entrada e saída de muitas pessoas no país, a preocupação com a necessidade de imunização aumenta.

 Para nossa região, o alerta acontece especialmente porque é muito comum as pessoas viajarem para a Europa, local considerado endêmico, ou seja, com um grande número de pessoas infectadas pelo sarampo.

 Morgana lembra que em 2016 o Brasil recebeu o certificado de eliminação do vírus do sarampo, no entanto, somente em 2018 já foram notificados 228 casos confirmados, inclusive com duas mortes em Roraima. Outros estados com registro de sarampo são Amazonas, São Paulo e Rio Grande do Sul.

 Segundo a enfermeira, todos os casos foram importados de outros países, por pessoas que não estavam devidamente imunizadas. Um dos países que também causa preocupação é a Venezuela, que com a crise institucional, teve muitos moradores fugindo para o Brasil e que podem trazer a doença.

 A primeira dose da imunização contra o sarampo está na vacina tríplice viral, aplicada a crianças com 1 ano e na sequência com a tetraviral com 1 ano e três meses. Morgana Grade explica que adultos até 29 anos precisam 2 doses para imunização, depois dos 29, uma dose é suficiente. Além do sarampo, a tríplice viral imuniza contra caxumba e rubéola e a tetraviral contra varicela.

 A enfermeira orienta ainda para que as pessoas que planejam alguma viagem, se organizem com antecedência, pois a vacina só faz efeito 10 dias depois de aplicada.

 Morgana Grade destaca que é importante que todas as pessoas estejam imunizadas, e reforçou o alerta para os trabalhadores da rede hoteleira, motoristas de ônibus e taxistas que acabam tendo contato direto com turistas que vem de outros estados e países.

 O sarampo é uma doença infecciosa transmissível e extremamente contagiosa que tem como sintomas iniciais febre alta, tosse persistente, irritação ocular e coriza.

 Após esses sintomas, geralmente há o aparecimento de manchas avermelhadas no rosto, que progridem em direção aos pés. Além disso, pode causar infecção nos ouvidos, pneumonia, convulsões, lesão cerebral e morte, além de diarreias e até infecções no encéfalo.

 A transmissão da doença ocorre de pessoa a pessoa, por meio de secreção expelida ao tossir, espirrar ou falar. Em caso de suspeita da doença, a pessoa deve procurar a unidade de saúde mais próxima e evitar a circulação em locais públicos.

Veja as mais acessadas