Projeto Naninhas do Bem oferece alento às crianças internadas no Maicé de Caçador - Radio Tropical FM 99.1
(49) 3537.0980
Telefone
(49) 99104.0013
Celular SMS / WhatsApp
Acompanhe
nas redes sociais
Concorra a prêmios! Seja o primeiro
a saber dos sorteios e promoções.

Caçador Projeto Naninhas do Bem oferece alento às crianças internadas no Maicé de Caçador

Projeto Naninhas do Bem oferece alento às crianças internadas no Maicé de Caçador

Visando oferecer maior conforto aos pequenos pacientes internados, o Hospital Maicé desenvolve, há cerca de um ano, o Projeto Naninhas do Bem, que consiste na confecção de um “amiguinho de pano” doado para fazer companhia às crianças que precisam permanecer em tratamento dentro do Hospital.

 

O brinquedo é confeccionado por voluntárias que se reúnem quinzenalmente para dar vida aos companheiros das crianças. Com dedicação e carinhos, pedaços de pano, linhas e fibra vão se transformando em um excelente companheiro, capaz de trazer alento e alegria aos que precisam passar pelo período de internação.

De acordo com a psicóloga do Maicé, Caroline Delavechia, essa é uma maneira de demonstrar afeto às crianças, pacientes do Hospital. “Todas as crianças que ficam internadas recebem um Naninha. É um companheiro durante a internação e um brinquedo que elas utilizam quando voltam pra casa”, explicou.

O projeto é nacional e nasceu no Paraná. Ele foi trazido ao Hospital por Raquel Barcelos, esposa do Diretor Superintendente, Sérgio  Schmitz. “Os primeiros naninhas que chegaram foi através de doação. A ideia é oferecer um atendimento melhor, durante os procedimentos realizados no Hospital. Os Naninhas são personalizados e carregam o símbolo do Hospital, que é o Beninho, um cãozinho enfermeiro”.

Neste primeiro ano do projeto foram entregues mais de 300 Naninhas. “É muito bonito ver as crianças saírem com um naninha nos braços”, comentou.

Doações

O projeto é mantido através de doações. Para confeccionar os Naninhas é utilizado tecido 100% algodão, liso ou estampado, papel termo colante e fibra. “Quem desejar contribuir com o projeto pode entregar os materiais diretamente no Maicé. Além disso, as doações podem ser feitas em forma de valores para aquisição do material ou os naninhas prontos, visto que disponibilizamos o molde”, completou Caroline.

Veja as mais acessadas