Paramédicos cumprem desejo de doente terminal e levam-na a uma praia - Radio Tropical FM 99.1
(49) 3537.0980
Telefone
(49) 99104.0013
Celular SMS / WhatsApp
Acompanhe
nas redes sociais
Concorra a prêmios! Seja o primeiro
a saber dos sorteios e promoções.

Mundo Paramédicos cumprem desejo de doente terminal e levam-na a uma praia

Paramédicos cumprem desejo de doente terminal e levam-na a uma praia

Aconteceu na Austrália. Fotografia do momento foi partilhada nas redes sociais e o gesto mereceu milhares de elogios. “É a empatia que faz a diferença”, sublinhou a responsável pelo Serviço de Ambulâncias de Queensland

23794917_1703854822979571_8378206257021275061_n (1)Esta história contada pela Helen Donaldson, o oficial responsável pela hervey bay é demasiado boa para não partilhar.
Uma tripulação estava transportando um paciente para a unidade de cuidados paliativo do hospital local e o paciente expressou que ela só queria que ela pudesse estar na praia novamente. Acima e além, a tripulação tomou uma pequena diversão para a praia incrível em hervey bay para dar ao paciente esta oportunidade - as lágrimas foram barracão e o paciente sentiu-se muito feliz.
Às vezes não é a droga / Treinamento / habilidades - às vezes tudo o que você precisa é de empatia para fazer a diferença!
Ótimo trabalho hervey bay team Danielle & Graeme o serviço está muito orgulhoso de você

 

A fotografia tem o mar em fundo e mostra um homem de costas - paramédico, identifica-o a farda - contemplando o horizonte ao lado de uma maca de hospital. A legenda conta a história: uma mulher doente, em fase terminal, manifestou o desejo de “poder apenas estar numa praia” e a equipa do Serviço de Ambulâncias de Queensland (Austrália), que a transportava para receber cuidados paliativos num hospital, resolveu fazer um desvio para cumprir a sua vontade.

O momento foi partilhado nas redes sociais esta quarta-feira e em cerca de 24 horas somava já mais de 12 mil novas partilhas, além de milhares de comentários, elogiosos e mesmo comovidos.

A foto foi tirada “na maravilhosa praia de Hervey Bay”, explicou Helen Donaldson, responsável pelo Serviço de Ambulâncias, que confidenciou que todos os envolvidos choraram e que “a paciente se sentiu muito feliz".

“Não é a medicação, o treino dos especialistas e as técnicas aprendidas, às vezes é a empatia que faz a diferença”, acrescentou.

Veja as mais acessadas