(49) 3537.0980
Telefone
(49) 99104.0013
Celular SMS / WhatsApp
Acompanhe
nas redes sociais

Arroio Trinta Prefeito de Herval d'Oeste ameaça fechar a UPA caso reforma não seja aprovada

Prefeito de Herval d'Oeste ameaça fechar a UPA caso reforma não seja aprovada

O prefeito de Herval d´Oeste, Américo Lorini, voltou a defender a restruturação administrativa, que está sendo elaborada pelo IBAM (Instituto Brasileiro de Administração Municipal). Em entrevista a Rádio Líder nesta segunda-feira (2), o prefeito chegou a dizer que caso a reforma não seja aprovada, terá que fechar a Unidade de Pronto Atendimento (UPA 24h).

“Abusaram na época das vacas gordas e também por questões políticas com aprovação de vantagens que hoje são impraticáveis. Se essas vantagens, como progressões automáticas de aumento de salários continuarem, a folha de pagamento da Prefeitura vai disparar, passar do limite estabelecido por lei. E onde vamos cortar? Não tenho como cortar nas creches, escolas, postos de saúde ou nos remédios da população. Teremos que fechar a UPA, mas não vai ser o prefeito que vai fechar, serão os vereadores e os funcionários que acharem que deve continuar como está”, disse Lorini.

O prefeito hervalense acredita que se os municípios, e o próprio estado, não tomarem medidas urgentes, logo estarão na mesma situação do Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro. “A arrecadação dos municípios e dos estados não está acompanhando as despesas. Se os servidores querem ter segurança de receber salários e aposentarias, vão defender este projeto. Essas mudanças não são para o bem do prefeito, pois daqui alguns dias não vou mais estar aqui, e nem vou receber aposentadoria da Prefeitura”, argumentou.

“Assim que o projeto ficar pronto vamos chamar o sindicato e as lideranças, e eles mesmos vão começar a defender a reforma”, concluiu Américo.

 

Fonte: Caco da Rosa

Destaques

Veja as mais acessadas