Passageira conta os momentos de terror vividos no ônibus assaltado em Água Doce - Radio Tropical FM 99.1
(49) 3537.0980
Telefone
(49) 99104.0013
Celular SMS / WhatsApp
Acompanhe
nas redes sociais
Concorra a prêmios! Seja o primeiro
a saber dos sorteios e promoções.

Água Doce Passageira conta os momentos de terror vividos no ônibus assaltado em Água Doce

Passageira conta os momentos de terror vividos no ônibus assaltado em Água Doce

“Mandaram tirar a roupa e descer um por um para fora do ônibus e o tempo todo ameaçavam que se a gente não saisse e não desse o dinheiro matariam todo mundo. Tinha três lá fora do ônibus com a gente e outros quatro dentro do ônibus”conta passageira.

Uma moradora de Joaçaba que não quer se identificar e estava no ônibus que fazia  linha Joaçaba foz do Iguaçu e foi assaltado na divisa de Água Doce com o General Carneiro no Paraná neste final de semana, conversou com o Portal Éder Luiz relatando o que ela e os demais passageiros passaram em poder dos bandidos.

Segundo a passageira, a abordagem se deu por volta das 21h00, poucos minutos depois que o ônibus passou  pelo Posto da Polícia Rodoviária Federal na BR 153. De acordo com a ela, primeiramente os bandidos efetuaram um disparo que atingiu a lateral do ônibus “corri e fui para as últimas poltronas e o ônibus foi diminuindo a velocidade. Nesse momento quatro bandidos armados entraram.  Três foram pra trás e um ficou ameaçando o motorista.  Uma mulher que estava junto e é evangélica tentou dialogar com os bandidos e foi agredida, deram uma coronhada na cabeça dela para que ficasse quieta. Foi terrível”, contou.

Inicialmente os passageiros contaram aos bandidos que estavam indo para uma excursão religiosa, mas, o motorista sem saber do que tinham falado, contou o real destino e segundo a passageira foi então que os bandidos passaram a exigir ainda mais dinheiro, “O tempo todo diziam que queriam só dinheiro. Celulares e outras coisas, não. Tanto que dos celulares so tiraram as baterias e deixaram jogados”. afirmou.

A moradora contou ainda, que os bandidos  ordenaram que o motorista dirigisse para fora da rodovia. Diante disso, o ônibus rodou por cerca de 40 minutos até parar numa estrada “Mandaram tirar a roupa e descer um por um para fora do ônibus e o tempo todo ameaçavam que se a gente não saisse e não desse o dinheiro matariam todo mundo. Tinha três lá fora do ônibus com a gente e outros quatro dentro do ônibus”, afirmou.

Por volta da meia-noite os bandidos tiraram a chave do ônibus e jogaram nas proximidades avisando que não tomassem nenhuma atitude nos próximos 10 minutos, tempo que usaram pra fugir “Queriam nos trancar no bagageiro mas, o motorista falou que para abrir só se ligasse o ônibus. Eles não deixaram então só jogaram a chave uns metros para atrás do ônibus e sairam. Um deles estava totalmente encapuzado, os outros tavam com toucas de moletom deixando só a parte dos olhos à mostra e três veículos foram usados no roubo”, relembrou.

Depois que os bandidos fugiram o motorista conseguiu voltar para a estrada com o ônibus no intuito de pedir ajuda, mas, o coletivo apresentou problemas no radiador, conseguindo apenas ir até uma borracharia, local de onde a polícia foi acionada e um outro ônibus foi acionado para trazer os passageiros para casa.

A polícia fez buscas mas ninguém foi localizado “Foi um susto muito grande, momentos de muito pânico. Não pretendo fazer uma viagem dessas de novo”, finalizou a passsageira.

 

Fonte: Portal Eder Luiz

Veja as mais acessadas