(49) 3537.0980
Telefone
(49) 99104.0013
Celular SMS / WhatsApp
Acompanhe
nas redes sociais
Concorra a prêmios! Seja o primeiro
a saber dos sorteios e promoções.

Brasil Hoje é Dia Nacional do Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

Hoje é Dia Nacional do Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

A data foi criada após a repercussão do “Caso Araceli”, ocorrido no dia 18 de maio de 1973, quando uma menina de 8 anos foi sequestrada, violentada e cruelmente assassinada no Espirito Santo.

O corpo de Araceli apareceu seis dias depois carbonizado e os seus agressores, jovens de classe média alta, nunca foram punidos.

A data ficou instituída como o “Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.

A Rádio Tropical FM promoveu um debate sobre o tema na manhã de hoje, abordando questões ligadas ao tema.

Participaram da conversa, o Secretário de Assistência Social, José Carlos Toporóski, a Secretária de Educação, Mari Piaia, a Diretora da Escola Estadual São José, Marines Pick e as Conselheiras Tutelaras Tatiane Brustolin e Adiles Concatto.

Adiles explica que o abuso sexual acontece quando uma crianças ou adolescente é objeto de estimulação ou satisfação sexual de um adulto, sendo cometido mediate força física, ameaça ou sedução, sendo que muitas vezes acontece dentro da própria família.

Já a exploração envolve alguma forma de mercantilização, seja troca financeira, de favores ou presentes, onde crianças e adolescentes são tratados como mercadoria ou objetos sexuais.

O crime, envolve inclusive o compartilhamento de imagens por meio de redes sociais, internet ou celular, o que também é crime.

O secretário de assistência social, que acompanha o trabalho desenvolvido pelo Conselho Tutelar e demais entidades, detalha que é muito importante que a comunidade e a família esteja atenta ao comportamento das crianças e adolescentes.

Como as crianças muitas vezes não tem o discernimento sobre, as ações que sofrem ou ainda são coagidas, é importante que sob qualquer suspeita a denúncia seja feita pelo Disque 100 ou mesmo no telefone do Conselho Tutelar.

A secretária de educação de Treze Tílias e a diretora da Escola Estadual São José, Marinês Pick, destacaram o papel que a escola exerce no trabalho de conscientização e mesmo identificação de casos de abuso ou exploração.

Os professores e equipe pedagógica, que convivem diariamente com os alunos observam o comportamento e tentam identificar qualquer situação que tenha influencia no comportamento da criança ou adolescente.

Todos os casos são repassados para as autoridades competentes, que abrem um processo de investigação, de forma a não prejudicar ainda mais a vida e o psicológico da criança.

As conselheiras tutelares Tatiane e Adiles reiteraram que todo o procedimento é sigiloso, e as denúncias podem ser feitas de forma anônima.

Elas confirmaram que em Treze Tílias também acontecem denúncias e casos  de abuso e exploração sexual, que são averiguados pelo Conselho Tutelar e repassados a Polícia Civil.

Outro aspecto levantado durante o debate foi a necessidade de os pais prestarem mais atenção nos seus filhos, dedicando tempo para brincar, conversar e interagir, deixando as tecnologias de lado.

Muitas vezes, pontua José Carlos Toporóski, são as crianças quietas e menos expansivas que necessitam de mais atenção.

Para reforçar a importância da conscientização da campanha de combate à exploração e abuso sexual de crianças e adolescentes, será realizada uma caminhada na próxima terça-feira, dia 23, pelas ruas de Treze Tílias, com a distribuição de panfletos e orientações.

A secretária de educação Mari Piaia, também serão distribuídos cartazes no comércio. Ela pediu que os empresários mantenham o material de divulgação por alguns dias, para que a campanha seja reforçada.

Veja as mais acessadas